quarta-feira, maio 02, 2012

Marqués de Riscal Reserva 2006

O meu amigo VR tem uma fixação por este vinho, colheita após colheita. O miúdo gosta sempre. E eu também. Quero lá saber que digam que tem muita madeira… pois tem, e então?! Há vinhos que aguentam, outros que não.
.
Lembro-me que o prazer foi imediato, desde a primeira vez que traguei o primeiro MRR. Nunca me desiludiu. Esta colheita resulta dum lote de tempranillo (aragonês / tinta roriz), graciano e mazuelo. Não sabendo as proporções de cada casta, suponho que a predominância continue a ser de tempranillo.
.
Estagiou 26 meses em barricas de carvalho americano, donde lhe advém notas algo abaunilhadas. Mas não é só o aroma dessa vagem que ali se sente. Diria mais que são notas de especiarias: um levíssimo cravinho, uma levíssima canela em pau, vagamente café, vagamente cacau, fumo, bem se vê, notas de amora e de framboesa. Na boca mostra-se fresco, com corpo agradável, com porte aristocrático, muito elegante, com um final fantástico. Merece ser guardado, para que adquira por completo as características dos Rioja.
.
.
.
Origem: Rioja
Produtor: Herderos del Marqués de Riscal
Nota: 8/10

1 comentário:

Raul Sousa Carvalho disse...

Ola, tudo bem?

É só para avisar que o blog do nariz à boca voltou a reabrir. Abriu hoje! E gostaria de pedir para partilharem o link do blog no vosso site.
Espero pela colaboração.

Pode ser?

http://donarizaboca.blogspot.pt/

Abraço
Raul Carvalho