quarta-feira, dezembro 31, 2008

Desejos para 2009

Bem, chegou o momento de dizer adeus a 2008 e olá a 2009. Dizem os políticos e os economistas que o ano que vem vai ser pior que este, que vai ser de crise. Fiquei feliz porque vi, ontem no café, um vidente, com sotaque do Norte e farfalhudo casaco de peles, garantir que 2009 ia ser muito bom. Alegrei-me, porque o programa em causa (o do Manuel Luís Goucha... tão piroso) é sério e digno de nota, pois só convida vígaros e farsantes de primeira. É da praxe fazer-se à meia-noite um brinde (à falta de espumante ou Champanhe via blogue segue apenas a imagem dum cartaz) e devorarem-se doze passas, uma por cada mês do ano, associadas cada uma a um desejo. Porque a minha vida é um livro aberto e porque é tão racional e certo serem atendidos se forem proferidos em segredo ou em público, deixo aqui a minha lista de pedidos para o novo ano.


Desejos do melhor que há
1 - Obter um Aston Martin Preto ou um Jaguar verde escuro
2 - Uma caixa de Petrus
3 - Um abastecimento generoso de Partagas Lusitania ou Cohiba Corona Especial

Desejos tipo miss beldade
4 - A paz no mundo
5 - Fim da fome
6 - Fim das doenças

Desejos sem imaginação
7 - Saúde para familiares e amigos
8 - Sucesso profissional
9 - Sucesso no amor (para o qual fechei a loja, diga-se)

Desejos verdadeiros
10 - Não me chateiem muito
11 - As minhas gatas darem-se ainda melhor
12 - Adormecer menos no sofá frente à televisão


Bem, posto isto... desejo aos amigos, familiares, leitores habituais, simples passantes, afins e eteceteras... um bom 2009

terça-feira, dezembro 23, 2008

Quanta Terra Colheita Seleccionada 2006

Este tinto foi uma das revelações do ano. Já conhecia o Quanta Terra Reserva, do qual sou vivo apreciador, mas este foi novidade. Mostrou-se cheio de vida e de carácter. Um tinto com aromas de frutos do bosque e lareira. Na boca, muito guloso e prazenteiro.
Este vinho apresenta-se como o topo de gama da casa. Consegue-o. Só não se percebe por que um colheita seleccionada está hierarquicamente acima dum reserva. É que a percepção óbvia é a oposta, fruto da banalização dos chamados colheitas seleccionadas. Seria melhor alterar a designação, trocá-las.


Origem: Douro
Produtor: Quanta Terra
Nota: 8/10

terça-feira, dezembro 09, 2008

Pó de Poeira 2006 Tinto

Conhecendo o Poeira só se poderia esperar coisa boa do segundo produto. As expectativas estavam altas, mas o vinho provou merecer o nome de família. É um tinto com força, com notável mineralidade, boa madeira e fruta madura sem ser cansativa.
Origem: Douro
Produtor: Jorge Nobre Moreira
Nota: 7/10

sexta-feira, dezembro 05, 2008

Tempo de festas

Estamos em Dezembro e caminhamos aceleradamente para o Natal, tempo de amizade e fraternidade. No Natal recebem-se presentes. Depois vem o Ano Novo e proferem-se desejos e promessas. Seguidamente vem o Dia de Reis, data que em Espanha significa festa de troca de presentes. Logo uns dias depois é o meu aniversário e é tempo de receber mais umas prendas.
Tudo isto para dizer o quê? Que se podem juntar todos e oferecer um presente que cubra estes quatro eventos. A ideia é uma garrafinha de Château Mouton Rothschild de 1970, que é o ano do meu nascimento. A dita reconhece-se pelo belo rótulo ilustrado por Marc Chagall.


Nota: Afinal, o que são 300 e poucos euros?

quinta-feira, dezembro 04, 2008

Maritávora Tinto Reserva 2006

Eis um típico do Douro. Um vinho com corpo e intensidade, rico em fruta vermelha e algum fumo. É um vinho bem equilibrado, onde a forte graduação alcoólica é invisível. Sofre forte concorrência dos muitos bons vinhos da região, onde não beneficia de tanta notoriedade. Porém, vale a pena a prova, de preferência com refeição, visto ser muito gastronómico.


Origem: Douro
Produtor: Quinta de Maritávora
Nota: 8/10

Maritávora Branco 2007

Esta é a grande novidade da casa, que lança pela primeira vez um colheita. E o resultado é feliz. É um vinho leve e cítrico, óptimo para o Verão, mas que aguenta bem carnes leves de Outono.


Origem: Douro
Produtor: Quinta de Maritávora
Nota: 6/10

Maritávora Branco Reserva 2007

Para mim este é um dos melhores brancos portugueses, possivelmente um dos top 3. É um vinho inteligente, que desafia o enófilo, com a sua complexidade, mas que seduz e se deixa ir com facilidade. É bem vivo e elegante.
As uvas deste vinho são um segredo involuntário do Douro, provenientes duma vinha muito velha. O solo xistoso é outra componente bem marcante, uma vez que confere grande mineralidade. Mas nele podem encontrar-se ainda notas cítricas. Nota-se ainda uma ligeira madeira, só a marcar presença, que lhe confere um fino fumo.


Origem: Douro
Produtor: Quinta de Maritávora
Nota: 9/10

quarta-feira, dezembro 03, 2008

Lima Mayer Petit Verdot 2006

Conheci este vinho ainda jovem, inacabado, e prometia. Provei-o hoje e confirmaram-se as promessas então esboçadas. Apresenta alguma austeridade de aroma de início, que depois se desenvolve em ameixa preta e trufas. É um vinho que preenche muito a boca, com bons taninos redondos.

Origem: Regional Alentejano
Produtor: Lima Mayer
Nota: 8/10

Declaração de interesses: Durante cerca de um ano fiz consultoria mediática a este produtor, não tendo, desde Junho deste ano, qualquer outra ligação com a Lift, empresa onde trabalhei e através da qual assessorei a firma Lima Mayer.

terça-feira, maio 06, 2008

Casa Ferreirinha Reserva Especial 1997

Este é um vinho onde vinga a elegância. A fruta está em licor e a idade deu-lhe charme. É fácil, porque é fácil dele se gostar. Não é fácil, porque a complexidade dá muito para descobrir.

Origem: Douro
Produtor: Casa Ferreirinha
Nota: 8/10

Altas Quintas Crescendo Branco 2007

Gostei, o que já é um hábito em relação aos vinhos deste produtor. E o que tem dentro este branco de cor citrina? Fruta tropical, quiçá ananás, e minério. Belo equilíbrio de estilo, em que a fruta não esmaga o mineral que lhe confere elegância.

Origem: Regional Alentejano
Produtor: Altas Quintas
Nota: 6,5/10

quarta-feira, abril 23, 2008

Casa Ermelinda Freitas Syrah 2005

Consta que foi a Câmara Municipal de Palmela que deu o alarme de que era português e palmelense o melhor vinho do mundo. Como se fosse possível haver um vinho melhor que todos os outros. Como se não houvesse momentos, gostos e inspirações.
Depois cairam em cima do comunicado muitos jornalistas crentes e/ou preguiçosos. Um comunicado garantia que aquele era o melhor vinho do mundo, logo era verdade. os princípios que devem reger o jornalismo eclipsaram-se pelo patriotismo, ignorância e sensacionalismo.
Não bastas vezes entram-me pelo blogue à procura do melhor vinho do mundo. A curiosidade é legítima, mas não tem uma só resposta. Desta vez telefonavam-me e interpelavam-me acerca deste vinho. Sempre as mesma explicações. Argumentavam-me sempre que a prova fora cega, como se isso fosse sinónimo de garantia absoluta, esquecendo-se de referir a concorrência e a humanidade dos jurados.
Ora, o vinho só ganhou na Vinalies Internationales 2008, que nem é o «melhor» concurso do mundo (não resisti à piada). Foi em Paris, não em Londres ou Bruxelas. E ainda que fosse, seria o mesmo. Uma medalha num concurso não significa o melhor do mundo. Tudo é muito relativo.
Mas quanto ao vinho? Não deixa de ser guloso e encantador. No nariz não é exuberante, é até austero. Mas está longe de ser o melhor vinho do mundo. É belo, mas não vale o preço em que o colocaram por causa dum comunicado sensacionalista.


Origem: Regional Terras do Sado
Produtor: Casa Ermelinda Freitas
Nota: 6,5/10

sábado, abril 19, 2008

Fabre Montmayou Gran Reserva Malbec 2005

Um tinto absolutamente recomendável. Notas de compota, erva e algum chocolate amargo. Quem me dera ter mais destas cá em casa.

Origem: Mendoza
Produtor: Bodega Fabre Montmayou
Nota: 8/10

sexta-feira, abril 04, 2008

Cavalo Maluco 2005

Acho o nome fantástico; fixa-se com facilidade, faz sorrir e conjuga-se com o vinho. Este é um tinto indomável, pujante, orgulhoso e até terno - gosta-se com facilidade, quero dizer. É muito taninoso e tem boa acidez pelo que será curioso prová-lo daqui por uns anos... se sobrar alguma das 3.000 garrafas produzidas. Faz-se com duas partes iguais de touriga nacional e touriga franca (45% cada) e petit verdot (10%). No nariz é um pouco austero, mas vai abrindo durante a refeição. Na boca traz à memória ameixas pretas, compota, tabaco e chocolate.

Origem: Regional Terras do Sado
Produtor: José Mota Capitão
Nota: 8/10

quinta-feira, fevereiro 07, 2008

Bastardinho de Azeitão 30 anos

Não esperava muito deste vinho, mas também não esperava pouco. Uma coisa me intrigava: por que razão desaparece um vinho? Na verdade, a pergunta deveria ser por que razão desaparecem umas determinadas vinhas. A resposta está em parte nas expectativas: nem bom nem mau. Aqui há uma injustiça na forma: o Bastardinho está claramente numa categoria de valor. A outra parte da resposta está no (Moscatel de) Setúbal.
Talvez se o Setúbal não disputasse território aproximado e, parcialmente, sobreposto o Bastardinho de Azeitão ainda vivesse. É quase aquela pergunta armadilhada dum anúncio: porquê algodão se pode ter seda?! Se um produtor pode fazer melhor e se o mercado reconhece essa qualidade, para quê continuar a produzir o Bastardinho se há o Setúbal?
Nisto há também lamento, porque o vinho é bom, leva esforço para nascer e, desta forma, desaparecem vinho e vinhas. Já não bastava não ter este vinho histórico uma Denominação de Origem Controlada própria, como lhe calhar ainda o azar de não ter quem lhe pegasse e o resgatasse com poder, tal como aconteceu com o Colares (Fundação Oriente) e Carcavelos (Estação Agronómica Nacional).

Origem: nd (Terras do Sado)
Produtor: José Maria da Fonseca
Nota: 6/10

segunda-feira, janeiro 07, 2008

Agora é que vai ser

video

Isto é que é... até já sei onde vou... começo pelo Opus One (ando muito curioso), depois vou aos grandes da Europa e tal...

quarta-feira, janeiro 02, 2008

Vinhos provados em 2007

Generosos e Licorosos
Quinta do Loureiro Garrafeira Particular 1871 - Vinho do Porto - 9
Bacalhôa Moscatel Roxo - nd - Moscatel de Setúbal - 8
Quinta de Cima - nd - Carcavelos - 8
Domingos Soares Franco & Cristiano Van Zeller 2000 - Vinho do Porto - 7,5
Alambre 20 anos - nd - Moscatel de Setúbal - 7,5
Noval LBV 1998 - Vinho do Porto - 7,5
Excellent Moscatel Roxo - nd - Moscatel de Setúbal - 7
Warre's LBV 1994 - Vinho do Porto - 7
Dow's LBV 2000 - Vinho do Porto - 7
Quinta do Vallelongo 2005 - Vinho do Porto - 6,5
Thasos 2003 - Moscatel de Setúbal - 6,5
Casa Agrícola Horácio Simões Moscatel Roxo 2002 - Moscatel de Setúbal - 6
Taylor's 20 anos - nd - Vinho do Porto - 6
Blandy's 5 Anos Malmesey - nd - Vinho da Madeira - 6
Alambre 2001 - Moscatel de Setúbal - 5,5
Apostoles Palo Cortado Muy Viejo - nd - Xerês - 5,5
Moscatel de Setúbal José Maria da Fonseca 2001 - Moscatel de Setúbal - 5
Barbeito 10 Anos Malvasia - nd - Vinho da Madeira - 5
Quinta do Infantado Reserva - nd - Vinho do Porto - 4
Quinta de Nossa Senhora do Carmo Vintage 2005 - Vinho do Porto - 4
Lamecus 10 anos - nd - Vinho do Porto - 4
Portal Lágrima - nd - Vinho do Porto - 3
Vinho Quinado Ramos Pinto - nd - vinho licoroso - 2,5
Jeropiga ABC - nd - Vinho Licoroso - 2

Espumantes
Vértice Super Reserva 2000 - Douro - 7
Campolargo Bical Arinto Cerceal 2004 - Bairrada - 6,5
Murganheira Super Reserva Bruto 2000 - Távora-Varosa - 5,5
Borga 2004 - Bairrada - 5
Ruinart Brut - nd - Champanhe - 4
Murganheira Bruto 2002 - Távora-Varosa - 4
Murganheira Reserva Meio Seco - nd - Távora-Varosa - 4
Vale de Lobos 2002 - Ribatejo - 3

Colheitas Tardias
Oremus Tokaji Aszú 5 puttonyos 1995 - Tokay da Hungria - 8
Grandjó Late Harvest 1994 - Douro - 7
Babits Tokaji Aszú 5 puttonyos 2000 - Tokay da Hungria - 6
Quinta da Romeira Colheita Tardia 2004 - Bucelas - 6

Brancos de pasto
Maritávora Reserva 2006 - Douro - 9
Campolargo Bical 2005 - Bairrada - 8,5
Campolargo Arinto 2005 - Bairrada - 7,5
Hugel Riesling 2005 - Alsácia - 7,5
Ázeo 2006 - Douro - 7
Viúva Gomes Reserva Branco 1994 - Colares - 7
Paço dos Cunhas de Santar Vinha do Contador 2004 - Dão - 7
MJC 2006 - Colares - 7
Quinta do Cardo Síria 2006 - Beira Interior - 7
Quinta de Cabriz Encruzado 2005 - Dão - 6,5
Geheim Rat «J» 2001 - Reno - 6,5
Perfil Reserva 2005 - Douro - 6
Kolheita 2005 - Douro - 6
Quinta do Regueiro 2005 - Vinho Verde - 6
Cartuxa 2000 - Alentejo - 6
Dorado 2005 - Vinho Verde - 6
Goundrey Unwooded Chardonnay 2005 - Western Australia - 6
La Chablisienne 2005 - Chablis - 6
Quinta de Pancas Chardonnay & Arinto 2005 - Regional Estremadura - 6
Pasmados 2006 - Terras do Sado - 6
Quinta da Aveleda 2005 - Vinho Verde - 5,5
Reguengo de Melgaço 2005 - Vinho Verde - 5,5
Quinta de San Joanne 2005 - Vinho Verde - 5,5
Vinhas Altas 2006 - Vinho Verde - 5,5
Domaine "les Chaumes" 2006 - Poully-Fumé - 5,5
Domaine "les Chaumes" 2006 - Sancerre - 5,5
Periquita 2006 - Terras do Sado - 5,5
DSF Verdelho 2007 - Terras do Sado - 5,5
Dona Berta Rabigato 2006 - Douro - 5,5
Prova Régia Arinto 2006 - Bucelas - 5,5
Valle do Nídeo 2006 - Douro - 5,5
Quinta do Mosteiro Reserva 2005 - Douro - 5
Vale da Murta 2006 - Bucelas - 5
Companhia das Lezírias Fernão Pires 2006 - Regional Ribatejano - 5
Ferro 2006 - Vinho Verde - 5
Luís Pato Maria Gomes 2005 - Regional Beiras - 5
Catarina 2005 - Regional Terras do Sado - 5
Vinhas Altas Reserva Arinto Loureiro 2006 - Regional Minho - 5
Catarina 2006 - Regional Terras do Sado - 5
Paço de Teixeiró 2005 - Regional Minho - 4,5
Companhia das Lezírias Arinto 2006 - Regional Ribatejano - 4,5
Dom Ferro Arinto 2006 - Vinho Verde - 4,5
BSE 2005 - Regional Terras do Sado - 4,5
Dom Ferro Avesso 2006 - Vinho Verde - 4
Brunheda 2004 - Douro - 4
Lello 2005 - Douro - 4
Dolium Escolha Antão Vaz 2006 - Regional Alentejano - 4
Terra Franca 2006 - Regional Beiras - 4
Adega de Pegões 2003 - Regional Terras do Sado - 3,5
Quinta da Amoreira 2002 - Ribatejo - 3,5
EA 2005 - Regional Alentejano - 3,5

Rosés
Redoma Rosé 2006 - Douro - 6
Lima Mayer Rosé 2006 - Regional Alentejano - 5,5
Paço de Teixeiró - nd - vinho de mesa - 5
Rosé (DIA) - nd - vinho de mesa - 4
Altas Quintas Crescendo 2006 - Regional Alentejano - 4
Quinta do Alqueve 2006 - Ribatejo - 3,5
Coleja 2005 - Douro - 3
Quinta de Vegia 2006 - Dão - 2,5

Tintos de pasto
Poeira 2001 - Douro - 9
Poeira 2004 - Douro - 9
Pedro e Inês 2003 - Dão - 8,5
Pintas Character 2005 - Douro - 8,5
Charme 2004 - Douro - 8,5
Chateau La Grave Grand Cru 1988 - Saint-Emilion - 8
Cruz Miranda Colheita Seleccionada 2001 - Regional Alentejano - 8
Gouvyas Vinhas Velhas 2003 - Douro - 8
Kolheita 2004 - Douro - 8
Altas Quintas 2003 - Regional Alentejano - 8
Homenagem a António Carqueijeiro 1999 - Regional Estremadura - 8
Esporão Private Selection Garrafeira 2003 - Alentejo - 8
Quinta da Leda 2004 - Douro - 8
Quinta do Crasto Reserva Vinhas Velhas 2004 - Douro - 8
Quinta da Gaivosa Vinha de Lordelo 2005 - Douro - 7,5
Inevitável 2004 - Regional Alentejano - 7,5
Lima Mayer 2004 - Regional Alentejano - 7,5
Quinta do Infantado Reserva 2003 - Douro - 7,5
Hexagon 2003 - Regional Terras do Sado - 7,5
Cortes de Cima Trincadeira 2003 - Regional Alentejano - 7,5
La Rosa Reserve 2004 - Douro - 7,5
Momentos 2005 - Douro - 7,5
Lima Mayer 2005 - Regional Alentejano - 7,5
Gouvyas Vinhas Velhas 2004 - Douro - 7,5
Churchill Estate 2005 - Douro - 7,5
Calda Bordaleza 2004 - Bairrada - 7
Leo d'Honor - 2003 Palmela - 7
Grou - 2004 Regional Alentejano - 7
Colares Chitas 1992 - Colares - 7
Cartuxa 2002 - Alentejo (Évora) - 7
Vertente 2002 - Douro - 7
Quinta de Saes Reserva Estágio Prolongado 2005 - Dão - 7
J - 2005 Douro - 7
FSF 2004 - Terras do Sado - 7
Ázeo 2005 - Douro - 7
Gouvyas 2005 - Douro - 7
Quinta da Gaivosa 2003 - Douro - 7
Quinta da Vegia Reserva 2003 - Dão - 7
Ramos Pinto Collection 2005 - Douro - 7
Pape 2005 - Dão - 7
Pedro e Inês 2001 - Dão - 7
S de Soberana 2004 - Regional Terras do Sado - 7
Torre do Frade Reserva 2005 - Regional Alentejano - 7
Dona Maria 2004 - Regional Alentejano - 7
Dollium Reserva 2003 - Regional Alentejano - 6,5
Porta Fronha 2005 - Dão - 6,5
Quinta da Gaivosa 2003 - Douro - 6,5
Herdade Paço do Conde Reserva 2004 - Regional Alentejano - 6,5
Pião - nd - mesa (Piemonte + Dão) - 6,5
Quinta de Pancas Reserva Especial 2003 - Regional Estremadura - 6,5%
Altas Quintas Crescendo 2005 - Regional Alentejano - 6,5
Uvas Castas - nd (2004) - vinho de mesa (Alentejo e Douro) - 6,5
Rupert & Rothschild Vignerons Classique 2004 - Western Cape - 6,5
Periquita Reserva 2004 - Regional Terras do Sado - 6,5
Palácio da Bacalhôa 2003 - Regional Terras do Sado - 6,5
Soleil et Festins 2001 - Châteauneuf du Pape - 6,5
Consensual Grande Reserva 2003 - Douro - 6,5
Quinta de S. José 2005 - Douro - 6,5
Quinta do Vale da Raposa Grande Escolha 2003 - Douro - 6,5
Quinta da Lagoalva de Cima Tinta Roriz Touriga Nacional 2003 - Regional Ribatejano - 6,5
Soberana 2004 - Regional Terras do Sado - 6,5
Quinta da Revolta Touriga Nacional 2003 - Douro - 6,5
Rogenda Rufete e Tinta Roriz 2001 - Regional Beiras - 6,5
Herdade da Calada Block 3 2005 - Regional Alentejano - 6
Rio Sol 2004 - Vale do São Francisco - 6
Foral de Évora 2003 - Alentejo (Évora) - 6
Quinta de la Rosa 2004 - Douro - 6
Casa de Santar Reserva 1999 - Dão - 6
Reserva do Comendador 2004 - Regional Alentejano - 6
Rovisco Pais Reserva 2001 - Palmela - 6
Quinta de Pancas Premium 2003 - Regional Estremadura - 6
Vila Santa 1992 - Regional Alentejano - 6
Quinta do Monte d'Oiro Aurius 2002 - Regional Estremadura - 6
Herdade dos Lagos Syrah Reserva 2004 - Regional Alentejano - 6
Frei João Reserva 1991 - Bairrada - 6
Ensaios FP 2005 - Regional Beiras - 6
Quinta do Encontro Reserva 2000 - Regional Beiras - 6
Paço dos Cunhas de Santar 2004 - Dão - 6
Vallado 1998 - Douro - 6
Fazenda Macalé 2002 - Palmela - 6
CR&F Colheita Seleccionada 2004 - Regional Alentejano - 6
Casa de Santar Reserva 2004 - Dão - 6
Quinta da Mimosa 2003 - Palmela - 6
Quinta de Saes 2001 - Dão - 6
Protos Reserva 2002 - Ribera del Duero - 6
Font Jordana 2005 - Priorat - 6
Passadouro 2004 - Douro - 6
Quinta do Vallado 2005 - Douro - 6
Quinta de Camarate 2005 - Terras do Sado - 6
Consensual Grande Reserva 2004 - Douro - 6
Sedinhas Reserva Especial 2004 - Douro - 6
Quinta dos Avidagos 2005 - Douro - 6
Quinta dos Avidagos Reserva 2004 - Douro - 6
Quinta do Vale da Raposa Touriga Nacional 2005 - Douro - 6
Quinta do Infantado 2005 - Douro - 6
Quinta da Lagoalva de Cima 2004 - Regional Ribatejano - 6
Diálogos 2005 - Douro - 6
Lusitano 2006 - Regional Alentejano - 6
Álvaro de Castro 2005 - Dão - 6
Quinta Nova Reserva 2005 - Douro - 6
Marquès de Riscal Reserva 2003 - Rioja - 6
CARM 2003 - Douro - 6
Marquês de Valada Syrah Cabernet Sauvignon 1999 - Regional Estremadura - 6
Herdade do Perdigão Reserva 2004 - Regional Alentejano - 5,5
Quinta da Casa Amarela 2003 - Douro - 5,5
Miolo Seleção 2004 - Brasil - 5,5
Casa da Atela Merlot 2004 - Regional Ribatejano - 5,5
Casa da Atela Syrah 2004 - Regional Ribatejano - 5,5
Quinta de Cabriz Reserva 2004 - Dão - 5,5
Quinta do Azinhate Grande Escolha 2004 - Douro - 5,5
Romeu 2003 - Douro - 5,5
Quinta de Pancas Assemblage 2003 - Regional Estremadura - 5,5
Alento 2005 - Regional Alentejano - 5,5
Goundrey Shiraz 2004 - Western Australia - 5,5
Quinta do Vale Bragão 2002 - Douro - 5,5
Duas Quintas 2005 - Douro - 5,5
Monte das Ânforas 2005 - Regional Alentejano - 5,5
Crasto 2006 - Douro - 5,5
Tapada do Chaves 1997 - Alentejo - 5,5
Fialhoza Reserva 2005 - Douro - 5,5
Vinya Sirah & Aragonez 2002 - Regional Terras do Sado - 5,5
Viúva Gomes 1999 - Colares - 5,5
Herdade dos Grous 2006 - Regional Alentejano - 5,5
Cortes de Cima Touriga Nacional 2003 - Regional Alentejano - 5,5
Château Beychevelle Grand Vin 2003 - Saint-Julien - 5,5
Quinta do Além Tanha Vinhas Velhas 2003 - Douro - 5,5
Consensual Reserva Especial 2004 - Douro - 5,5
Cannonau 2003 - Sardenha - 5,5
Pias 2006 - Regional Alentejano - 5,5
Herdade do Paço do Conde 2006 - Regional Alentejano - 5,5
Casal dos Planetas 2003 - Regional Estremadura - 5,5
São Domingos 1999 - Bairrada - 5
Quinta do Couquinho 2003 - Douro - 5
Quinta dos Quatro Ventos Reserva 2001 - Douro - 5
Valle do Nideo Reserva 2005 - Douro - 5
Fattoria di Grignano 2002 - Chianti Rufina - 5
Arenae 2002 - Colares - 5
Casa das Mouras 2003 - Douro - 5
Dom Rafael 2004 - Regional Alentejano - 5
José de Sousa 2004 - Alentejo - 5
Serras de Azeitão 2006 - Regional Terras do Sado - 5
Tapada do Chaves 2001 - Alentejo - 5
Casa de Santar 2004 - Dão - 5
Santa Julia Malbec 2006 - Mendoza - 5
Quinta de la Rosa 2005 - Douro - 5
Encostas do Rabaçal Trincadeira Preta 2002 - Valpaços - 4,5
Santa Vitória 2005 - Regional Alentejano - 4,5
Frei João 2003 - Bairrada - 4,5
Companhia das Lezírias 2002 - Ribatejo - 4,5
Sierra Honda - nd - Castilla-Léon - 4,5
Quinta de Pancas Cabernet Sauvignon 2004 - Regional Estremadura - 4,5
Amoreira 2005 - Regional Alentejano - 4
Casa da Palmeira 2001 - Douro - 4
Meia Encosta 2003 - Dão - 4
Morgado da Canita 2004 - Regional Alentejano - 4
Riscal Tempranillo 2004 - Castilla y Léon - 4
Vila Régia 2004 - Douro - 4
Quinta de Roriz 1999 - Douro - 4
Evel 2005 - Douro - 4
Monte Maior 2003 - Regional Alentejano - 4
Fattoria di Grignano 2000 - Chianti Rufina - 4
Quinta da Linha Garrafeira 1997 - Dão - 4
Herdade do Pinheiro 2003 - Regional Alentejano - 4
Terra Franca 2004 - Regional Beiras - 4
Quinta dos Carvalhais Colheita 2002 - Dão - 4
Grand Tiriñuelo - nd - Castilla-Léon - 4
Tiriñuelo Media Verónica - nd - Castilla-Léon - 4
Adega de Pegões 2005 - Regional Terras do Sado - 3,5
Quinta do Côtto 1997 - Douro - 3,5
Adega Cooperativa de Borba Syrah 2004 - Regional Alentejano - 3,5
Terra de Lobos - Castelão Cabernet Sauvignon 2003 - Regional Ribatejano - 3,5
Terra d'Ossa 2004 - Alentejo (Redondo) - 3,5
Terras do Demo 2001 - Távora-Varosa - 3,5
Tinto da Talha 2003 - Regional Alentejano - 3,5
Subsídio 2005 - Regional Alentejano - 3,5
Bajoz crianza 2001 - Toro - 3,5
Monte do Pintor Reserva 2003 - Regional Alentejano - 3,5
O Cantador 2003 - Regional Alentejano - 3
Grilos 2005 - Dão - 3
Porca de Murça 2005 - Douro - 3
EA 2006 - Regional Alentejano - 3
Herdade dos Cotéis 2006 - Regional Alentejano - 3
Monsaraz 2005 - Alentejo (Reguengos) - 3
Esteva 2003 - Douro - 3
Tiriñuelo - nd - Castilla-Léon - 3
Tiriñuelo Variedad Rufete 2002 - Castilla-Léon - 3
Capote 2005 - Regional Alentejano - 3
Altano Reserva 2003 - Douro - 2,5
Adega de São Miguel dos Descobridores 2005 - Regional Alentejano - 2,5
Frei Bernardo - nd - Regional Beiras - 2,5
Encostas de Penalva 2004 - Dão - 2
Visconde de Borba 2003 - Alentejo - 2
Greatwall - nd - Shacheg (China) - 2
Caves de Nelas 2004 - Dão - 2
Feteasca Neagra - nd - Moldávia - 1
Château Bonesperance 2006 - Bordéus - 1