domingo, fevereiro 21, 2010

Vin de Merde

video

Não é só em Portugal que os vitivinicultores inventam nomes idiotas para vender os seus produtos e que deviam querer valorizar. Aliás, é moda mesmo e não acontece apenas no mundo vinhateiro. Os produtores pretendem com a inversão do sentido de marketing captar consumidores. Com efeito, atraem os olhos para os rótulos, mas não deixam de se cobrir de ridículo nem de desvalorizar o produto. Neste caso, o produtor agarrou na ideia negativa dos vinhos do Languedoc e colocou-lhe uma marca a condizer com a percepção do mercado. Por mim, que já cá ando há uns anos, direi que a coisa só atingirá uma gama de público baixa e onde impere a boçalidade. Quanto ao vinho, não lhe conheço crítica.

.
.
.
Nota: Espero que percebam francês e entendam o sotaque sulista do Languedoc. Infelizmente não sei legendar a coisa.

Sem comentários: