segunda-feira, setembro 04, 2006

Monte do Pintor 2001

Já tinha provado, em tempos, outros pintores deste monte e, muito embora, não tenha ficado embasbacado, estes tintos deixaram-me boa impressão. Ontem, confesso, o que me atraiu no Monte do Pintor não foi apenas a memória, mas o preço simpático a que estava a ser vendido no restaurante. Por que não experimentar e avaliar? Assim fiz e fiquei muito feliz com a decisão.
O Monte do Pintor é um alentejanão! Não engana! É um vinho fácil de se gostar. Tem um aroma quente, a torrefacção, logo no início e a prometer prazeres. Na segunda aproximação já vêm frutas maduras, que, ainda assim, não tapam por completo os aromas anteriores. Uma delícia! Na boca não desilude e é suave e redondo.

Nota: 6/10
Origem: Regional Alentejano
Produtor: Sociedade Agrícola da Sossega

1 comentário:

Nuno de Oliveira Garcia disse...

Ora aí está um vinho que nunca provei.

Abraços

N.