quarta-feira, julho 25, 2007

Olivier

Rua do Alecrim, 23 - ao Cais do Sodré
Telefone: 21 342 29 16

Conhecia o restaurante na rua do Teixeira, no Bairro Alto, mas não este que fica quase junto ao Tejo. Notei que muito do que ali comi é idêntico à casa mais antiga, o que não é negativo. O espaço é bonito e o serviço profissional.
Do que comi, o que mais me interessou e notou foram as entradas: O carpaccio de novilho não me entusiasmou, achei-o banal. Já prova diferente foi o carpaccio de polvo, decididamente um dos pratos da noite. Nota positiva para o fois-gras de pato com confit de cebola e Vinho do Porto, apesar de a pasta não parecer, em nada, caseira, mas adquirida em casa da especialidade. Nota menos positiva foi para o folhado de queijo de cabra com mel e noz, que estava enjoativo, abusado no mel. Isto foi o que mais me marcou em termos de comida. Os pratos restantes estiveram bem, com algum deslumbre.
As notas mais negativas vão para o preço e para o vinho, sendo que o primeiro ponto resulta, em grande medida, da prestação do segundo. A lista de vinhos é vasta, mas a sabedoria do serviço é muito fraca, uma vez que os tintos foram servidos a uma temperatura inacreditável. O vinho estava quente e não se admite num restaurante deste patamar de qualidade. Uma garrafeira climatizada é obrigatória.
Pesados os prós e os contras, o preço das refeições está acima do aceitável.

terça-feira, julho 03, 2007

Amêijoas à Bulhão Pato

O prato não deve a autoria ao poeta, mas antes ao tasqueiro que lhas dava a comer. O autor de «Flores Agrestes» apreciava tanto as amêijoas da tasca que o cozinheiro as baptizou em sua memória.
Não se trata duma receita difícil nem contém ingredientes raros: amêijoas, azeite, alho e coentros. Para quem gostar pode espremer-se um pouco de limão, mas já na mesa.
Apesar de estar muito divulgada, esta receita não é uma receita popular. Está escrita. Obedece a uma regra. Porém, esta é dos mais abastardados pratos portugueses. Nele lhe põem vinho, mostarda, margarina e outros ingredientes que estão longe de melhorarem o original. Ainda agora, numa importante revista dada aos prazeres da mesa, lá vinham disparates no receituário.
A simplicidade é uma meta difícil de alcançar. A perfeição também. Muitas vezes uma e outra são sinónimos: é o caso das amêijoas à Bulhão Pato.