quarta-feira, dezembro 05, 2012

Dois novos Brix

A Heritage Wines acrescenta dois novos Brix, tendo em vista o Natal. O novo Brix Bites acrescenta as variedades Brix Dark Chocolate e Brix Extra Dark ao lote formado por Brix Milk e Brix Smooth Dark.

Livro «Os Meus Restaurantes» para ajudar na escolha

«Os Meus Restaurantes» pretende ser um auxiliar de memória, para que melhor possa escolher os locais que já visitou. Trata-se uma publicação da Europress, com 108 páginas, com um valor de 8,90 euros, onde deverá apontar as experiências com vinhos ou os diferentes aspectos que marcaram a refeição.
.
«Há certos restaurantes que nos deixam marcados pela diferença que fazem na vida de cada um, quer pela sua apelativa gastronomia, quer pelo espaço de convívio único ou simplesmente pelo agradável ambiente que proporcionam. Quantas vezes já pensou: hoje preciso de escolher um restaurante para este momento especial e não me ocorre nada. Este é um livro especial e único que lhe dá oportunidade de registar todas as informações que pretende em relação aos seus restaurantes de eleição. Um pequeno livro que pode ser valorizado com as suas escolhas» - lê-se na sinopse da publicação.

Rita Rivotti assina novo packaging de oferta da marca Ferreira

Rita Rivotti Wine Branding & Design foi a agência responsável pela criação da nova imagem das embalagens de oferta da Ferreira. A inspiração das novas embalagens foi o património histórico de mais de 250 anos, «uma história verdadeira, cheia de alma e autenticidade estritamente ligada a Dona Antónia Adelaide Ferreira, mais conhecida por "Ferreirinha"» – lê-se no comunicado da empresa .
.
«Foi com base nesse legado histórico e no conceito de "Portugalidade" que Rita Rivotti recorreu a elementos figurativos do passado, presentes principalmente nos rótulos mais emblemáticos da marca, que pudessem ser transpostos para o presente através de uma imagem que transmitisse em simultâneo tradição e contemporaneidade, reforçando sempre o conceito premium da marca».
.
A assinatura icónica «Foi você que pediu?» foi mantida e destacada assim como acrescentados descritores de sabor para cada uma das referências (Tawny, Ruby, White e Lágrima), «porque consideramos importante dar aos consumidores uma ideia sobre a sensação, experiência proporcionada pelo Vinho do Porto Ferreira que está dentro de cada garrafa» – refere a especialista em Wine Branding Rita Rivotti. 

Caisdavilla assinala segundo aniversário com o lançamento de clube

O restaurante Caisdavilla, em Vila Real, assinala a comemoração do seu segundo aniversário com o lançamento do Clube Caisdavilla. Os associados deste vão poder desfrutar de várias vantagens, onde se destacam a oferta e descontos em refeições, jantares vínicos, acesso a eventos mais restritos, descontos na compra de vinhos, informação em primeira mão, entre outros.
.
Para pertencer ao clube basta adquirir a partir de dia 4 de Dezembro o cartão de sócio, cuja jóia anual varia entre os 50 euros (sócio em nome individual) e os 100 euros (sócio empresarial), dando acesso a dois ou quatro jantares vínicos, respectivamente. Caso queira usufruir de jantares vínicos a 25 euros – em vez de ao seu preço normal (€ 35,00) –, o sócio pode comprá-los aquando do pagamento da jóia e até um máximo de dez por ano.
.
O  Clube Caisdavilla vai organizar, pelo menos, seis jantares vínicos por ano, com produtores da região do Douro mas não só garantindo a presença do produtor e/ou enólogo que, em conjunto com o chefe Daniel Gomes, falarão sobre os vinhos e a harmonização criada.
 .
O primeiro momento é um jantar para dia 13 de Dezembro, entre as 19h30 e as 23h30, cabendo ao produtor de vinhos Quinta do Crasto (representado pelo proprietário Tomás Roquette e pelo enólogo Manuel Lobo de Vasconcellos) encetar apresentar o seu mais recente vinho do Porto, o Quinta do Crasto Vintage 2010.
.
O menu foi criado para este evento tendo, no que toca à sobremesa, uma particularidade alusiva à data em que se realiza: os pitos de Santa Luzia. Feitos de doce de abóbora, são oriundos do Convento de Santa Clara, tendo sido a irmã Imaculada de Jesus (Maria Ermelinda Correia) quem lhes deu forma e paladar. Foram consagrados a Santa Luzia, padroeira das coisas da vista, da qual Maria Ermelinda Correia se tornou devota, e que ainda hoje é lembrada com uma festa a 13 de Dezembro, na capela de Vila Nova, em Folhadela, no concelho de Vila Real. Faz parte da tradição as raparigas comprarem pitos para oferecerem aos rapazes nesta data. Estes retribuem o presente a 3 de Fevereiro, dando-lhes ganchas, doce que simboliza «um gancho para apanhar raparigas com vontade de namorar».

Lucas Bols apresenta a sétima edição da competição internacional de barmans

A Lucas Bols vai dar inicio à sétima edição de Bols Around The World, a competição internacional que procura encontrar, todos os anos, «o barman mais talentoso e inspirador do mundo».
.
Com início no passado dia 1 de Dezembro, o concurso convida os participantes a competir em três etapas, durante seis meses, por um dos 20 lugares que os levarão à semi-final, para depois se apurarem os 12 finalistas que chegarão à final, que decorrerá a 7 de Maio de 2013, em Amesterdão.
.
Os barmans participantes provenientes de 60 países de todo o mundo serão desafiados a criarem uma receita de cocktail utilizando o Bols Genever, licores da Bols ou ambos, com o objectivo de alcançarem o prémio final, uma viagem a quatro cidades à escolha, em qualquer parte do mundo, durante oito dias.

CARMIM organiza outlet de vinhos e azeites

A CARMIM organiza o primeiro outlet de vinhos e azeite e que termina a 24 de Dezembro, sendo que apenas está aberto aos fins-de-semana. Os produtos estarão à venda com desconto, que pode ir até aos 60%, mas haverá também provas de vinhos (necessitam de marcação).

Instituto Macrobiótico realiza workshop de doces de Natal

O Instituto Macrobiótico de Portugal apresenta no dia 15 de Dezembro, das 10h00 às 15h00, o Workshop de «doces & iguarias de Natal», com a cozinheira Natalia Rodrigues. O custo é de 75 euros por pessoa.
.
De acordo com a organização, «ao contrário do que grande parte das pessoas pensa, a época natalícia não tem que ser sinónimo de uma alimentação desequilibrada e pouco dietética. Pelo contrário, é possível criar pratos saudáveis, que cativam não só o olhar como também o paladar».

Escolas de Hotelaria e Turismo ensinam a confecionar ceias de Natal

As Escolas do Turismo de Portugal organizam durante o mês de dezembro, em todo o país, mais de duas dezenas de workshops de Natal, onde os participantes podem aprender a cozinhar as iguarias mais típicas desta quadra festiva.
.
Em algumas destas escolas é ainda possível comprar vales com estas e outras experiências. Com várias datas e horários disponíveis, as Escolas de Coimbra, Estoril, Fundão, Lamego, Lisboa, Oeste, Portalegre, Porto, Setúbal, Viana do Castelo e Vila Real de Santo António promovem workshops temáticos que incluem, no final da confeção, a degustação dos pratos.

Quinta da Lixa distinguida com Albariño de Ouro

A Quinta da Lixa ganhou Albariño de Ouro no primeiro Concurso Albariños do Mundo 2012, informou esta empresa produtora de Vinho Verde. Quinta da Lixa Alvarinho 2011 foi o vinho premiado no concurso internacional que decorreu em Londres.
O concurso tem rostos internacionais no seu júri, como Sarah Jane Evans (Master of Wine), Susan Hulme (Master of Wine), Juan Carlos Rincón (Decanter), David Williams (The Observer), Clement Robert (Melhor Somellier Britânico em 2010) e Yohann Jousselin (Melhor Escanção Britânico em 2011).

Enoteca de Belém apresenta propostas de Natal

A Enoteca de Belém celebra a época natalícia com a apresentação de menus especiais para a degustação. Com cerca de 80 referências vínicas, a casa tem à frente da cozinha o chefe Ricardo Gonçalves.
.
A Enoteca de Belém apresenta de três experiências gastronómicas. Águas, vinhos e cafés estão incluídos nestas três propostas.
.
A primeira, no valor de 35 euros, folhado de queijo, bacalhau à assis e lombinho de porco acompanhado de puré de maçã e legumes grelhados, terminando com leite-creme queimado.
.
A segunda começa com sopa de castanhas com cogumelos e presunto, seguida de filetes de peixe-espada com gratin de batata e molho cremoso do mar. O prato de carne é composto por um naco de vitela, acompanhado de espargos verdes, batatinha assada, terminando com uma mousse de chocolate e bolacha. Este menu tem o valor de 40 euros.
.
O menu premium é composto por peixinhos da horta, garoupa em folha de alho francês acompanhado de arroz cremoso de marisco, perna de pato confitado, batata-doce e molho de laranja, terminado com um pudim abade de Priscos. Uma experiência com o valor de 45 euros.

Primeiro azeite do novo olival da Oliveira da Serra

O Oliveira da Serra Primeira Colheita 2012/2013 é o primeiro produto a sair do olival, de dez milhões de oliveiras, que a empresa reclama ser o maior do mundo. De acordo com o comunicado da empresa: «De sabor frutado e bem marcado de azeitonas verdes, o nosso novo azeite tem um caráter jovem e um paladar muito fresco. É ideal para degustar com pão quente, mas também pode ser usado para finalizar pratos ou simplesmente para temperar».

Terras de Alter lança Telhas Branco 2010

O Telhas Branco é o mais recente lançamento de Terras de Alter para completar a sua gama de vinhos premium. Este vinho, que adiante será comentado aqui no blogue, junta-se assim ao Telhas Tinto e ao Outeriro (tinto).
.
O Telhas Branco 2010 fez-se apenas com uvas da casta viognier e esteve 11 meses em estágio de barrica de carvalho. Os responsáveis da casa sugerem que acompanhe  pratos de peixe mais sofisticados, como bacalhau, sopas de peixe, mariscos, entre outros.

Adega de Borba lança Rótulo de Cortiça Reserva Branco

A Adega de Borba lançou, após 30 anos de interregno, uma nova edição limitada do Rótulo de Cortiça Reserva Branco, a partir das castas recentemente introduzidas nos encepamentos da região do Alentejo.
.
De acordo com o CEO da Adega de Borba: «Este é um regresso há muito desejado. A colheita de 2011 mostrou-se ideal para voltarmos a produzir um Rótulo de Cortiça Reserva Branco e é com grande satisfação que agora o lançamos no mercado».
.
Com a produção de apenas 2.000 garrafas numeradas, o Rótulo de Cortiça Reserva Branco 2011 é, nas palavras do enólogo, Óscar Gato ideal para acompanhar peixe no forno e marisco grelhados. O preço recomendado é de nove euros.

Unicer lança cerveja à pressão para consumir em casa

A Unicer lançou o Party Service, que consiste na instalação duma máquina de cerveja à pressão de Super Bock. Os consumidores que encomendarem até 14 de Dezembro, a marca oferece uma garrafa de 75 centilitros especial de Natal.

terça-feira, dezembro 04, 2012

Torre do Frade permite criação de rótulo do Virgo

O produtor alentejano Torre do Frade permite que o consumidor crie o seu próprio rótulo do vinho Virgo. Segundo Diogo Albino, responsável de marketing da empresa, «esta iniciativa pretende, com recurso a ilustradores profissionais, proporcionar ao cliente a hipótese de adquirir uma garrafa de Virgo, cujo rótulo foi desenhado à mão exclusivamente para a si, com base numa fotografia, logo ou memória descritiva apresentada à priori pelo cliente. Desta forma cada garrafa é uma autêntica obra-prima».
.
Para adquirir, basta enviar um e-mail com a imagem ou memória descritiva do desenho que gostava de ter no rótulo e, no prazo máximo de 15 dias, recebe a sua garrafa exclusiva. Cada garrafa terá um custo de 15 euros e caso, opte pela entrega ao domicílio, acresce portes de envio. As informações estão disponíveis em http://www.virgo.pt/

Graham’s e chefe Rui Paula assinam ementa de Natal

A Graham’s, marca da Symington Family Estates, e Rui Paula, chefe dos restaurantes DOC e DOP, sugerem uma ementa de Natal, acompanhada pelos Vinhos do Porto Graham’s e pelos Vinhos do Douro Altano e Quinta do Vesúvio, com quatro pratos.
Para iniciar a refeição, como entrada, um Vinho do Porto Graham’s Colheita 1969, acompanhado por uma terrina de foie. Segue-se um Altano Reserva Quinta do Ataíde 2009 que casa com um delicioso bacalhau com broa. A seguir virá um Pombal do Vesúvio 2009 a acompanhar cordeiro e cabrito. Para terminar, Porto Graham’s Tawny 20 Anos, ou um Porto Graham’s Quinta dos Malvedos 1999, com pão-de-ló e Queijo da Serra. 

Quinta do Vallado assume 13º lugar no Top 100 da Wine Spectator

O top 100 dos melhores do mundo, de acordo com a influente publicação do mundo dos vinhos, a revista Americana Wine Spectator, foram revelados e a Quinta do Vallado conseguiu classificar um dos seus vinhos na 13ª posição.
.
O Quinta do Vallado Touriga Nacional 2009 terá assim reputação a nível global e ajudará, certamente, a promover a região do Douro.

CARMIM patrocina teatro de revista

«Humor com humor se paga», a mais recente revista à portuguesa do Teatro Maria Vitória, em Lisboa, já está em cena e conta com o patrocínio da CARMIM. «O patrocínio a esta peça assenta na aposta da CARMIM em eventos culturais de raiz popular, e insere-se no âmbito do seu projecto “Monsaraz Millennium”, que pretende ajudar directamente pessoas sem recursos», explica José Canita, director-geral da cooperativa de Reguengos de Monsaraz.

Herdade da Comporta lança três novos vinhos no mercado

A Herdade da Comporta acaba de lançar no mercado três novos vinhos: Comporta, uma edição especial com número limitado de garrafas que resulta da colheita considerada excepcional de 2009, o vinho Parus Tinto 2010 e o vinho Parus Branco de 2011.
.
Quase dez anos depois do lançamento do seu primeiro vinho, a Herdade da Comporta lança uma nova marca, – Comporta. O novo vinho dirige-se a um segmento premium. É um monocasta, 100% alicante bouschet. O vinho Parus Tinto é composto pelas castas alicante bouschet (80%), aragonês (10%) e touriga nacional (10%). O Parus Branco é um monocasta de antão vaz.

Vinhos portugueses no Top Cellar Sellection da Wine Enthusiast

Dez vinhos portugueses recebem reconhecimento da revista norte-americana Wine Enthusiast, depois de outros dez terem sido considerados best buys pela mesma publicação, referiu em comunicado a Viniportugal.
.
Portugal garantiu o quarto lugar nesta selecção de 100 vinhos para guardar, dos Estados Unidos, França e Itália. Integram a Cellar Selection 2012 os vinhos: Quinta do Vale Meão 2009 tinto posicionado em 12º lugar, seguido por Herdado do Esporão 2008 TN em 18º lugar, Quinta da Romaneira 2008 Tinto em 27º, Taylor Flagdate 2009 Vintage Porto em 36º, Quinta do Castro 2009 Reserva Vinhas Velhas em 48º, Casa de Santar Conde de Santar 2009 em 57º, Pêra-Manca Branco 2009 em 67º, Niepport 2009 Vintage Port em 75º, Chryseia em 83º e Luis Duarte 2010 Rubrica Branco em 91ª posição.

Adega de Borba medalhada na China

A Adega de Borba acaba de ser distinguida com oito medalhas no China Sommeliers Wine Challenge 2012, que decorreu nos dias 12 e 13 de novembro, em Xangai.
.
A gama Montes Claros foi a mais galardoada, com duas medalhas de ouro para o Montes Claros Colheita Tinto e o Montes Claros Garrafeira, e duas medalhas de prata para o Montes Claros Colheita Branco e o Montes Claros Reserva Tinto. O Adega de Borba Reserva e o Adega de Borba Premium foram igualmente distinguidos com medalhas de prata, enquanto o Convento da Vila Tinto e Branco receberam medalhas de bronze.

Unicer lança a primeira sangria em lata em Portugal

A primeira sangria em lata acaba de chegar ao mercado nacional numa aposta da Unicer. Vini Sangria, em lata de 0,50 centilitros, visa o consumo imediato e on-the-go, estando, por isso, disponível em pontos de venda como cafés, bares e lojas de conveniência. Para o próximo ano, está previsto o alargamento desta referência ao canal alimentar e mediante as oportunidades, à distribuição no exterior, em países onde se verifica um grande crescimento deste formato.

Vallado lança Porto centenário

A Quinta do Vallado apresentou um Porto centenário, evocando a memória de Dona Antónia Adelaide Ferreira, a «Ferreirinha. Designado por Adelaide Tributa, este vinho será em breve comentado aqui no blogue. O preço indicativo é de 3.000 euros.
.
 Produzido em 1866, foi engarrafado numa série limitada de 1.300 decanters originais de cristal, numerados e embalados numa caixa de madeira desenhada por Francisco Viera de Campos, inspirada na nova cave de barricas da Quinta do Vallado.

José Maria da Fonseca faz rebranding de marca e do seu portefólio de vinhos

A José Maria da Fonseca efectuou um rebranding à sua marca-mãe, que abrangeu todo o seu portefólio de vinhos. O logótipo continua a ter presente a Torre e Espada de Valor, Lealdade e Mérito, condecoração conferida pelo rei D. Pedro V a José Maria da Fonseca em 1857, tendo sido acrescentado o ano de fundação da empresa, 1834, e a indicação da sexta geração (VI) da família na vigência da empresa.
.
Com o novo slogan «Família de vinho. Vinhos de família» a empresa pretende reforçar ainda que «a José Maria da Fonseca não é apenas uma empresa de gestão familiar contando já com sete gerações, mas tem também uma verdadeira família de vinhos: desde rosés, brancos, tintos, espumante, Moscatel de Setúbal e aguardentes, estando ainda presentes em cinco regiões vinícolas do país: Península de Setúbal, Alentejo, Douro, Dão e Vinhos Verdes», lê-se no comunicado da empresa.
.
Este re-branding  foi levado a cabo pela  empresa de estratégia e design de marca portuguesa, Once Upon a Brand e GBNT.

Aguardente Bagaceira Velhíssima da Adega de Borba com nova garrafa e design moderno

A Adega de Borba lançou no mercado uma Aguardente Bagaceira Velhíssima, que estagiou dez anos em barricas de carvalho francês Limousin. Com uma imagem que conjuga o moderno e o clássico, «esta aguardente foi produzida a partir das melhores massas vínicas de castas tintas tradicionais da região de Borba», lê-se no comunicado da empresa.
.
«A nova imagem da aguardente bagaceira da Adega de Borba reflete o conceito de modernidade e inovação que queremos incutir nos novos produtos. É este posicionamento que pretendemos para todas as marcas: vinhos de qualidade e com um design atrativo»  refere Manuel Rocha, CEO da Adega de Borba.

Adega Mayor lança Vinho 9

A Adega Mayor apresentou o seu vinho 9, depois de nos anos anterior ter lançado o 7 e o 8. Às 9h9m9s da manhã do dia 9/9/009, nove pessoas começaram a encher a primeira de 2009 garrafas batizadas  com o número universal.

CVR Tejo investe forte na China

A CVR Tejo (Comissão Vitivinícola Regional do Tejo) levou à China 14 produtores da região (oiro no ano passado), para reforçar os laços comerciais com aquele país, que é já o segundo mercado da região em matéria de exportações para fora da União Europeia.
.
Em comunicado, a CVR Tejo realça que, de Janeiro a Setembro deste ano, as vendas para a China aumentaram mais 54% face ao período homólogo de 2011. «Temos vindo a crescer na China, graças a uma aposta forte que temos feito naquele mercado, em particular dos nossos produtores, que estão muito empenhados em fazer novos negócios, além do reforço que pretendem com a franja de mercado que já detemos» – afirma o presidente da CVR Tejo, José Pinto Gaspar.
.
Os 14 produtores foram: Adega Cooperativa do Cartaxo, Agro Batoréu, Casal Branco, Casal da Coelheira, Casal do Conde, Companhia das Lezírias, Fiuza & Bright, João M Barbosa Vinhos, Quinta da Alorna, Quinta do Casal Monteiro, Quinta do Falcão, Quinta da Lagoalva, Quinta da Lapa e Quinta da Ribeirinha.

Herdade do Mouchão recupera Colheitas Antigas

Mouchão Colheitas Antigas 2002 foi relançado, uma década depois da última edição. Este projecto da Herdade do Mouchão «pretende evidenciar a capacidade de envelhecimento do seu emblemático vinho Mouchão, devolvendo ao mercado as garrafas cuidadosamente guardadas na adega», lê-se em comunicado
.
O projecto Colheitas Antigas consiste no relançamento do seu vinho Mouchão, cujas garrafas foram preservadas na adega, com esse intuito. Estas garrafas, cuja primeira edição é já muito rara e difícil de encontrar, regressam ao mercado, numa prova clara de confiança no potencial de evolução do Mouchão, sobretudo pelas características da sua casta dominante, alicante bouschet. O preço indicativo é de 46 euros.

Morgadio da Calçada apresenta novos vinhos

Novos vinhos Morgadio da Calçada, parceria das  Casa da Calçada e da Casa Niepoort, foram apresentados em Provosende (Douro) e serão, em breve, comentados aqui no blogue. Os novos néctares são Morgadio da Calçada Branco 2011, Morgadio da Calçada Branco Reserva 2011, Morgadio da Calçada Tinto 2009, Morgadio da Calçada Tinto Reserva 2009 e o Porto Colheita 1999.
.
«São vinhos que sabem bem beber, frescos, simples e elegantes. Mais do que falar dos aromas que sugerem, prefiro referir que são vinhos que quanto mais se bebem mais apetecem beber!», comenta o enólogo Dirk Nieeport.

Jornalistas do Concurso «A Escolha de Imprensa» distinguem 45 néctares

Os Grandes Prémios do Concurso de Vinhos «A Escolha da Imprensa», promovido pela Revista de Vinhos no âmbito da 13ª edição do Encontro com o Vinho e Sabores, foram atribuídos aos seguintes vinhos: na categoria Espumantes, Raposeira Blanc de Blancs Super Reserva bruto branco 2007 (Caves da Raposeira); na categoria Brancos, Anselmo Mendes Curtimenta Vinho Verde Alvarinho 2011 (Anselmo Mendes Vinhos); na categoria Tintos, Quinta da Leda Douro 2009 (Sogrape Vinhos); e na categoria Fortificados, Quinta do Noval Porto Colheita 1976 (Quinta do Noval).
.
O júri deste concurso foi constituído por um painel alargado de 26 jornalistas portugueses, que habitualmente escrevem sobre vinhos, tendo sido admitidos à prova mais de 191 vinhos.
.
Para além dos quatro Grandes Prémios referidos anteriormente, o júri entendeu ainda merecedores de Prémios de Imprensa dez espumantes, dez brancos, um rosado, dez tintos e dez fortificados, num total de 45 néctares
.
Grande Prémio Escolha da Imprensa
Categoria
Vinho
Produtor
ESPUMANTES
Raposeira Blanc de Blancs Super Reserva bruto branco 2007
Caves da Raposeira
BRANCOS
Anselmo Mendes Curtimenta Vinho Verde Alvarinho 2011
Anselmo Mendes Vinhos
TINTOS
Quinta da Leda Douro 2009
Sogrape Vinhos
FORTIFICADOS
Quinta do Noval Porto Colheita 1976
Quinta do Noval
Prémio Escolha da Imprensa
Categoria
Vinho
Produtor
ESPUMANTES
Murganheira Távora-Varosa Grande Reserva Assemblage branco 1999
Sociedade Agrícola e Comercial do Varosa
Murganheira Távora-Varosa Chardonnay Bruto branco 2006
Sociedade Agrícola e Comercial do Varosa
Raposeira Super Reserva bruto rosé 2007
Caves da Raposeira
Murganheira Távora-Varosa Vintage branco 2005
Sociedade Agrícola e Comercial do Varosa
Murganheira Távora-Varosa Czar Grand Cuvée rosé 2005
Sociedade Agrícola e Comercial do Varosa
Murganheira Távora-Varosa Velha Reserva bruto branco 2004
Sociedade Agrícola e Comercial do Varosa
Vinha d'Ervideira Alentejo bruto
Ervideira Sociedade Agrícola
91 anos de História Caves S. João Bairrada Bruto Zero branco 2007
Caves São João
Monsaraz C.S. Bruto Natural branco 2008
CARMIM
Murganheira Távora-Varosa Touriga Nacional Blanc de Noirs Bruto branco 2006
Sociedade Agrícola e Comercial do Varosa
BRANCOS
Quinta da Pedra Vinho Verde Alvarinho 2010
Quinta da Pedra
Quinta do Gradil Reg. Lisboa Arinto e Sauvignon 2011
Quinta do Gradil
Quinta do Regueiro Vinho Verde Alvarinho Reserva 2011
Quinta do Regueiro
QM Vinho Verde Alvarinho 2011
Quintas de Melgaço
Quinta da Bacalhôa Reg. Península de Setúbal 2011
Bacalhôa Vinhos de Portugal
Quinta do Cardo Beira Interior Síria 2011
Companhia das Quintas
Eminência Loureiro 2010
Quinta da Pedra
Olho de Mocho Reg. Alentejano Reserva 2011
Rocim
Aveleda Reserva da Família Bairrada 2011
Aveleda
Herdade da Calada Baron de B Alentejo Reserva 2010
BCH
ROSADOS
Vinha d´Ervideira Alentejo Colheita Seleccionada rosé 2011
Ervideira Sociedade Agrícola
TINTOS
Principal Bairrada Grande Reserva 2008
Colinas de São Lourenço
Júlio B. Bastos Reg. Alentejano Garrafeira Alicante Bouschet 2007
Júlio Bastos
Kopke Vinhas Velhas Douro 2008
Sogevinus Fine Wines
Passadouro Douro Touriga Nacional 2010
Quinta do Passadouro
Paço dos Cunhas de Santar Vinha do Contador Dão 2008
Paço de Santar
Conde de Vimioso Reg. Tejo Reserva 2008
Falua
Incógnito Reg. Alentejano 2009
Cortes de Cima
Grandes Quintas Douro Reserva 2010
Sociedade Agrícola da Casa d’Arrochella
Palácio da Bacalhôa Reg. Península de Setúbal 2008
Bacalhôa Vinhos de Portugal
Valle Pradinhos Reg. Transmontano Reserva 2007
Maria Antónia Pinto de Azevedo Mascarenhas
FORTIFICADOS
Família Horácio Simões Moscatel Roxo 2007
Horácio dos Reis Simões
Burmester Porto Colheita 1952
Sogevinus Fine Wines
Kopke Porto Colheita 1937
Sogevinus Fine Wines
Bacalhôa Moscatel Roxo 2001
Bacalhôa Vinhos de Portugal
Messias Vinho do Porto 1980
Sociedade Agrícola e Comercial dos Vinhos Messias
Adega de Favaios Moscatel do Douro 1980
Adega Cooperativa de Favaios
Rozès Porto Vintage 2009
Rozès
Casa Ermelinda Freitas Moscatel de Setúbal Superior 2003
Casa Ermelinda Freitas
Cálem Porto Tawny 40 years Old
Sogevinus Fine Wines
Alambre Moscatel de Setúbal 20 anos
José Maria da Fonseca

Adega Encostas de Estremoz associa-se ao Movimento 1 Euro

O vinho alentejano Quinta da Esperança acaba de se associar ao Movimento 1 Euro, sendo o primeiro vinho a juntar-se a esta associação de solidariedade social. Assim, por cada garrafa deste vinho comprada, o consumidor estará  a  ajudar «quem mais precisa», lê-se em comunicado.
A Associação Movimento 1 Euro representa um movimento cívico que une e organiza as vontades da sociedade civil, com o objectivo de colmatar insuficiências do país em diversas áreas. Através da colocação a concurso mensal de vários projectos de associações, esta organização e os seus associados apoiam as causas escolhidas.
.
A escolha é feita através da votação única e definitiva de cada associado, que ao clicar na sua preferida escolhe a que julga mais meritória do seu euro mensal, no final do prazo de votação o projecto vencedor recebe os bens a que se candidatou até ao limite máximo da totalidade dos euros disponíveis no mês em questão e que correspondem ao número de associados existentes às 24h00 do dia 27 de cada mês.
.
Até à data já foram apoiadas mais de 30 associações, num total de cerca de 28.000 euros. Importa referir que todo o processo é feito através do web site http://movimento1euro.com/ e que este foi criado a pensar na rapidez, simplicidade para quem quer ajudar e quem precisa de ser ajudado.
.
«Esperamos que esta associação possa vir a ajudar um máximo de pessoas carenciadas» – refere Joana Castro Duarte, diretora-geral da empresa. «Num tempo em que todos queremos ser uteis à sociedade que nos rodeia, o projecto Movimento 1 euro vem colmatar a dúvida que se põe na escolha do mais fidedigno».