sábado, Abril 25, 2009

Bucellas & Collares Edição do Centenário 2007

O estabelecimento das denominações Bucelas e Colares completou, em 2008, o primeiro centenário. Para assinalar a data, a Adega Regional de Colares e a Companhia das Quintas uniram-se-se para fazer uma edição limitada.
.
O vinho resulta da junção das castas rainhas das duas regiões, o Arinto e a Malvasia de Colares. Devido a Bucelas ser obrigatoriamente uma região de branco, o resultado final não poderia ser outro que não um branco. O ano da colheita foi o de 2007.
.
As equipas enológicas das duas casas debateram os diferentes lotes e decidiram-se por uma equivalência das duas castas. A natureza ditou que o vinho fosse um casamento de comunhão de bens, em que se devidem as responsabilidades de modos iguais.
.
Assumido apreciador de Bucelas e muito respeitoso quanto aos Colares brancos, a minha avaliação quase só podia ser positiva. Porém, o vinho ultrapassou as expectativas. A elegância é muito grande, a complexidade desafiante e a surpresa presente.
.
Este Bucellas & Colares é mais do que a adição aritmética do Arinto com a Malvasia de Colares. Dois e dois não são, necessariamente, quatro. Mas, os filhos têm sempre os genes dos pais e lá estão os aromas cítricos e tropicais do Arinto, a maçã, pêra e flores da Malvasia de Colares, unidas por uma mineralidade muito agradável e frescura explícita.
.
Não sei se para próximos anos haverá mais parcerias para um Bucellas & Collares, mas, nem que mais não seja, espero estar presente no próximo centenário.
.
.
.
Origem: Regional Estremadura - Bucelas e Colares.
Produtor: Adega Regional de Colares e Companhia das Quintas.
Nota: 8/10

sexta-feira, Abril 24, 2009

Vinha da Defesa Branco 2008

Aí está um vinho para o Verão, indicado para marisco e peixe grelhado. Devido à minha embirração a frutos tropicais, no nariz não me encantou, embora o ramalhete olfactivo ainda tenha ainda tons citrinos. Na boca é frutado sem exageros. O vinho surpreendeu-me pela positiva.
.
.
.
Origem: Regional Alentejano
Produtor: Herdade do Esporão
Nota: 5/10
.
.
.
Nota: Este vinho foi enviado para prova pela empresa de comunicação do produtor.

domingo, Abril 12, 2009

Voyeur 2006

Este tinto tem cenas que gostei e outras que nem tanto. Apreciei a forma como evoluiu e mostrou a sua complexidade. Não gostei do toque abaunilhado da abertura. Apreciei a evolução em caramelo e o distanciamento face ao retrato robô dos vinhos do Douro. No início julguei-o menos interessante do que é. Contudo, não é o meu vinho... mas gostos são gostos e aqui não se questiona a qualidade do bicho.
.
.
.
Origem: Douro
Produtor: Niepoort
Nota: 7/10